Eu, você, dois gatos e um cachorro

Há um tempo, enquanto pensávamos sobre os rumos que queríamos dar  para nossa vida profissional, chegamos a uma conclusão: Fotografar o que a gente é será nossa grande meta daqui pra frente. Por isso, vamos usar este espaço que já nos enche de orgulho para mostrar mais da gente e provar que a fotografia pode – na minha opinião, deve – ser uma arte carregada da personalidade do autor. Aqui vocês poderão descobrir porque nossas fotos são como são 🙂
Estamos acostumados a compartilhar aqui no nosso site um apanhado das nossas fotos preferidas e, a partir de agora, vamos mostrar também as partes preferidas da nossa vida. Coisas que fazem parte do nosso dia a dia: nossas receitas, as peripécias dos nossos “filhos”, nossa casa, nossas inspirações… Enfim: coisas que fazem a Vêro e o Bruno serem a Vêro e o Bruno.

E não tem jeito melhor de inaugurar essa nova sessão do blog do que mostrando a nossa família. Bem vindos à nossa casa!

Eu
sitevero
Eu sou a Vêro, curitibana, faço 27 anos daqui uns dias. O que importa mesmo é que fotografo junto com o Bruno aqui no Estúdio Dos, adoro cozinhar e tenho um amor imenso por animais. Não à toa, minha casa também é chamada de zoológico e eu fui reconhecida como a cortadora oficial de unhas de todoooos os bichos da minha família e dos meus amigos (vocês sabem, animais odeiam ter suas unhas cortadas e não sei porque todos eles me deixam realizar esta tarefa). Estudo Filosofia a quase dois anos e acho que isso realmente mudou minha percepção do mundo, então recomendo pra todos que conheço. Leio menos do que devia e preciso mudar isso urgentemente. Me formei em Gastronomia, então podem esperar várias receitinhas legais por aqui. Sou (quase) casada com o Bruno, essa pessoa aqui embaixo.

 

Você
sitebru

Esse é o Bruno, ou Bru, Brunão ou amor (mas só pra mim). Um ex tenente do Exército, que também já foi ex estudante de administração e de direito, mas agora é um dos melhores fotógrafos que eu conheço (no meu ranking ele é o melhor, rsrs). Dorme, acorda e passa o dia todo comigo a 4 anos e isso prova que essas coisas podem dar certo sim, pelo menos até agora. O principal é que ele é botafoguense (bem botafoguense), tem uma paciência de Jó pra criar os integrantes do nosso zoo e faz um strogonoff que é uma delícia. Ele é criativo, animado (menos quando acorda com a macaca) e piadista. Me faz rir o tempo inteiro e acho que por isso me apaixonei por ele oito anos atrás.

 

Dois Gatos
site nega
site elvis
Conheçam Aretha Franklin e Elvis Presley. Adotamos a Aretha (também conhecida como Neguinha, Juma Marruá ou Bátema) depois que ela foi resgatada numa comunidade carente, aos 4 meses e desde então ela manda na casa fazendo fuuzzzz pras visitas. É uma moça de personalidade forte. Mas também é um poço de carinho comigo e o Bru, então tudo certo. Já o Elvis ou Elvinho chegou aqui em casa um ano depois, também adotado, depois de ser achado na rua com ferimentos de guerra felina. Era um malandro das quebradas, por assim dizer. Como ele veio já adulto, nunca esperávamos que ele seria o gatinho doce e dengoso que é, um verdadeiro príncipe!

 

E um cachorro (que na verdade são duas)
site mini mayasite maya
Maya, o que dizer sobre Maya? Uma maluquinha hiperativa (apelidada carinhosamente de Capirota, então vocês já podem imaginar) que vem botando nossa casa de ponta cabeça desde agosto, quando a encontramos no Farol de Santa Marta (SC). Tínhamos acabado de fotografar um ensaio na praia quando achamos essa bebezinha de olhinhos – um de cada cor – recém abertos tentando seguir os cães adultos, sem sucesso porque ela nem sabia andar direito rsrs. Vivo dizendo que quando a responsabilidade aparece temos que assumir, não dava pra fugir da raia nessa hora. Levamos a filhote pro hotel, demos banho, passamos a noite catando pulgas e no outro dia ela viajou conosco pra Curitiba. Logo fez amizade com seus irmãos felinos e está aqui agora deitada nos meus pés enquanto escrevo. Nesse meio tempo descobrimos que ela é surda e estamos tentando deixá-la o mais “sob controle” possível sem poder dizer “não”. Se alguém tiver alguma dica sobre isso por favor compartilhe, rsrs.

E tem também a Tetê, que resgatamos com seus 10 filhotes (todos já adotados) de dentro de uma fossa. Ela não mora com a gente por falta de espaço, então por enquanto está hospedada num hotelzinho e aguarda adoção. Há dois anos tentamos achar um lar definitivo com muito amor pra ela. Mas por ser preta, porte médio e adulta tudo fica mais difícil (nós humanos temos essa mania feia de ligar pras aparências, né?!). Vou escrever um post mais pra frente contando mais sobre sua história e falando o quanto ela é amorosa e querida. Quem sabe alguém resolve dar um chance pra Tetê?

site tete

 

Obrigada por ler nosso post inaugural, esperamos ter vocês mais vezes aqui Em Casa 🙂

Com carinho,
Vêro

Navegue pelo nosso site e conheça mais sobre nosso trabalho 🙂 Veja aqui nossas fotos.

Post Anterior
Novo Post  

No Comments

Post A Comment